A Mancha Alviverde, maior torcida organizada do Palmeiras, realizou neste sábado um protesto em frente à Academia de Futebol, na Av. Marquês de São Vicente, em São Paulo.

“Time sem vergonha” e “Libertadores não é mais que obrigação” foram alguns dos gritos entoados pelo grupo, que estava cercado por grades e sob a supervisão da Polícia Militar.

“Quem não tem passado, não tem história”, lê-se em uma das bandeiras levadas pela torcida ao protesto (Foto: Alexandre Silvestre)

Foram pedidas também as saídas de Anderson Barros e Cícero Souza, diretor e gerente de futebol, respectivamente, além de ataques ao presidente Maurício Galiotte.

A manifestação acontece às vésperas da partida do Verdão contra o Fortaleza, fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, que será a primeira após a saída do técnico Vanderlei Luxemburgo.

O post Torcida organizada do Palmeiras faz protesto em frente à Academia de Futebol apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima