O Santos ganhou tempo para se defender do processo de Fernando Uribe na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), da CBF.

O Peixe, a princípio, tinha até quarta-feira para se defender. O departamento jurídico do Alvinegro pediu uma dilação de prazo em função do feriado nacional dia 7 e do feriado na cidade no dia 8. O Santos apresentará a sua defesa nesta sexta.

Outro motivo para a ação se estender é a troca no responsável por analisar o caso por suspeição. O relator-presidente Vitor Brutuce será substituído. A resposta da CNRD deve ocorrer no fim da próxima semana.

A dívida do Peixe com o atacante colombiano, que não treina até a resolução da ação, é de aproximadamente R$ 2 milhões. Depois de tentativa frustrada de acordo, o atleta pede a rescisão indireta.

“O atleta tentou de todas as formas receber os atrasados. Mas não foi possível, por isso o procedimento na CNRD. Foro estabelecido em contrato, pedindo atrasados e contrato até o final. Não vou falar de valores, mas tem um valor atrasado e, se houver a rescisão, tem que pagar o contrato total”, disse o advogado Luciano Favere à Gazeta Esportiva, na última segunda-feira.

Uribe tem contrato até junho de 2022 com o Santos. Ele veio do Flamengo por R$ 5 milhões em 2019 e não marcou um gol em 16 jogos.

O post Santos ganha tempo em processo de Uribe na CBF apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima