Adversários deste sábado, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro de 2020, Ceará e Santos se enfrentaram pela última vez no Castelão no oitavo jogo da competição nacional na última temporada. O Peixe venceu por 1 a 0.

Àquela altura, Fernando Uribe era esperança para o ataque do Peixe e fazia a sua estreia logo como titular. Ele teve atuação discreta, assim como em quase todas as outras 15 oportunidades com a camisa alvinegra.

Entusiasta da contratação de Uribe, Jorge Sampaoli defendeu o colombiano naquele momento e em outras situações até não escalar mais.

“Vinha jogando pouco, vinha de lesão. Não foi a melhor versão do Uribe, foi muito generoso e jogou muito pelos outros. É muito importante isso e precisa ser analisado”, disse o atual técnico do Atlético-MG.

Uribe teve chances com Sampaoli e Jesualdo Ferreira e só atuou uma vez sob o comando de Cuca, na estreia do treinador com empate em 1 a 1 com o Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro.

O centroavante não está nos planos e negocia a rescisão do contrato. A conversa não avançou nos últimos dias.

“Estamos tentando, mas está muito difícil. Não houve avanço recente”, disse Luis Serrano, representante de Fernando Uribe, à Gazeta Esportiva.

Uribe tem contrato até junho de 2022 com o Santos. Ele veio do Flamengo por R$ 5 milhões e não marcou gols.

O post No último Ceará x Santos, Uribe era esperança e foi defendido por Sampaoli apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima