Após o anúncio de Lionel Messi indicando que deseja deixar o Barcelona, a  gestão administrativa do clube espanhol foi alvo nesta quarta-feira de uma moção de censura apresentada por um empresário que deseja concorrer à presidência da entidade, cargo atualmente ocupado por Josep Maria Bartomeu.

“Acabo de apresentar uma carta para pedir um voto de censura contra Josep Maria Bartomeu e toda a sua diretoria, eles não podem estar no comando do clube por mais um minuto”, escreveu Jordi Farré no Twitter.

Farré é candidato declarado à presidência do Barça e sócio do clube. Na terça-feira, o empresário tinha afirmado em nota que o anúncio de Messi sobre sua intenção de deixar a equipe “é mais um exemplo da confusão que se vive na entidade”.

Além disso, está circulando uma convocação para um protesto contra a atual diretoria para esta quarta-feira, às 14h, em frente ao estádio Camp Nou, para exigir a saída de Bartomeu.

Na noite de terça-feira, cem torcedores fizeram uma manifestação em frente ao escritório do criticado dirigente.

O anúncio do jogador argentino teve o efeito de um terremoto. Messi, de  de 33 anos e que tem contrato até 30 de junho de 2021, enviou um comunicado para a diretoria do Barcelona indicando que deseja rescindir “unilateralmente” o atual vínculo.

De acordo com a imprensa esportiva espanhola, o craque se encontrou na semana passada com o novo treinador do time catalão, Ronald Koeman, e teria dito que olhava mais para fora do que para dentro do clube.

A imprensa local acrescenta que na segunda-feira Koeman informou ao atacante uruguaio Luis Suárez, grande amigo de Messi, que não conta com ele para renovar a equipe, devastada pela histórica derrota por 8 a 2 para o Bayern de Munique nas quartas de final da Liga dos Campeões.

Tal decisão teria precipitado os planos de Messi de partir.

“La Pulga”, apelido do jogador argentino, saiu de Rosário (Argentina) para ir para o clube catalão em 2000 com apenas 13 anos, onde se tornou um dos maiores nomes do futebol, eleito seis vezes o melhor jogador do mundo e tendo conquistado inúmeros títulos com o Barça na Espanha e internacionalmente.

O post Moção de censura contra direção do Barcelona após anúncio de Messi apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima