O São Paulo conquistou sua segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira. Enfrentando o Athletico-PR, no Morumbi, em partida antecipada válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o pressionado time comandado pelo técnico Fernando Diniz dominou o segundo tempo e acabou saindo com o importantíssimo triunfo por 1 a 0, graças ao gol de Luciano, que vive grande fase em seu início no clube.

Em três jogos pelo São Paulo, o camisa 11 já marcou dois gols e anotou uma assistência. Decisivo no ataque tricolor, Luciano vem mostrando que a indicação do técnico Fernando Diniz, criticado por parte da torcida pela má fase recente da equipe, foi acertada.

Com o resultado, o São Paulo foi a dez pontos e pulou para a terceira colocação do Campeonato Brasileiro, atrás apenas de Vasco e Internacional, que lidera a competição. A vitória também foi importante para o Tricolor chegar ao clássico do próximo domingo, contra o Corinthians, no Morumbi, com a confiança lá em cima.

O jogo – O Athletico-PR começou a partida mais ligado e logo aos três minutos quase abriu o placar com Geuvânio. O meia-atacante recebeu lançamento de Wellington, driblou Tiago Volpi, mas chutou para fora, desperdiçando uma grande oportunidade. Depois, aos 12, foi a vez de Léo Cittadini sair cara a cara com Volpi, mas o goleiro são-paulino fechou o gol e salvou o Tricolor do que seria o gol do Furacão.

O São Paulo respondeu aos 14 minutos. Gabriel Sara acionou Vitor Bueno pela esquerda, e o meia-atacante cruzou com veneno. O goleiro Santos afastou, mas a bola sobrou para Daniel Alves, que decidiu experimentar, mas a bola acabou desviando na defesa do Furacão. Depois, aos 26, foi a vez de Tchê Tchê arriscar de fora da área, mas acabou chutando por cima do gol.

Apesar de ficar menos com a bola, o Athletico-PR era mais perigoso. Aos 35 minutos, novamente Léo Cittadini exigiu boa defesa de Volpi, desta vez chutando forte. Mas, foi o São Paulo que quase abriu o placar na reta final do primeiro tempo. Aos 37, Daniel Alves cruzou pela direita, a bola passou por Pablo, e Khellven acabou jogando contra o próprio gol ao tentar afastar o perigo, forçando Lucas Halter a dar um carrinho providencial para praticamente salvar a bola em cima da linha.

Segundo tempo

O chacoalhão do técnico Fernando Diniz no elenco durante o intervalo parece ter funcionado. Com Hernanes e Paulinho Boia em campo, o São Paulo voltou para o segundo tempo com tudo e logo aos dois minutos quase abriu o placar com Pablo, que recebeu do Profeta e bateu cruzado, tirando tinta da trave. Já aos dez, Luciano foi acionado por Paulinho Boia, tentou encobrir o goleiro Santos, mas a zaga cortou.

O Tricolor continuou em cima do Furacão. Aos 16 minutos, Daniel Alves cruzou na medida para Luciano, que completou de cabeça, mas Santos defendeu. Pouco depois, foi a vez do camisa 10 arriscar da entrada da área e, com desvio, quase encobrir o goleiro. Só que de tanto martelar, o São Paulo acabou premiado com o gol aos 19. Daniel Alves cobrou escanteio, a bola desviou na defesa do Athletico-PR e Luciano ficou com a sobra para, de cabeça, abrir o placar no Morumbi.

Nos minutos finais, assim como aconteceu nos últimos jogos, Fernando Diniz tornou a equipe mais defensiva, substituindo Daniel Alves, que foi atingido no braço e não teve condições de retornar à partida, por Luan e Luciano por Igor Gomes. Desta maneira, bastou ao São Paulo apenas administrar a magra vantagem para somar mais três pontos e diminuir a grande pressão que vem tendo de lidar pela má fase.

 

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 ATHLETICO-PR

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 26 de agosto de 2020, quarta-feira
Horário: 19h (de Brasília)
Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Diego Costa, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves (Luan) e Gabriel Sara (Hernanes); Vitor Bueno (Paulinho Boia), Luciano (Igor Gomes) e Pablo.
Técnico: Fernando Diniz

GOL: Luciano, aos 19 do 2ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Igor VInícius e Reinaldo (São Paulo); Vinícius Mingotti (Athletico-PR)

ATHLETICO-PR:Santos; Khellven, Lucas Halter, Pedro Henrique e Abner; Wellington, Richard (Fernando Canesin) e Léo Cittadini (Lucho González); Geuvânio (Christian), Bissoli (Vinicius Mingotti) e Pedrinho (Jajá)
Técnico: Dorival Jr.

O post Luciano marca, São Paulo vence o Athletico-PR e assume 3ª colocação do Brasileiro apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima