O atacante galês Gareth Bale reclamou nesta quinta-feira que seu clube, o Real Madrid, onde ele quase não joga e quer sair, está dificultando sua saída.

Com apenas 48 minutos em campo nas doze partidas disputadas pela equipe espanhola após o intervalo provocado pela pandemia de covid-19, e depois de ter se recusado a integrar o grupo que participou do jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões contra o Manchester City, Bale parece não entrar nos planos de Zinédine Zidane e não quer continuar na equipe da capital espanhola, apesar de ter ainda dois anos de contrato pela frente.

(Foto: Geoff Caddick / AFP)

O jogador de 31 anos esteve perto de assinar com o clube chinês Jiangsu Sunin em 2019: “Tentei sair do clube no ano passado, mas eles dificultaram tudo no último momento”, reclamou o jogador em entrevista à Sky Sports.

“Foi um projeto que me motivou, mas não se concretizou”, acrescentou, revelando que já teve “outras ocasiões em que tentamos sair, mas o clube não autorizou”.

“Tudo está nas mãos do clube. Eles tornam as coisas muito difíceis, honestamente”, completou.

Bale se tornou o jogador mais caro da história quando o Real Madrid o contratou do Tottenham por mais de 110 milhões de euros em 2013.

Ele ganhou dois campeonatos espanhóis e quatro Ligas dos Campeões com os merengues, mas seu comportamento na Espanha foi muitas vezes criticado.

Por exemplo, ele posou para a seleção galesa com uma bandeira do país com a legenda “País de Gales. Golfe. Madri. Nesta ordem”, deixando a entender que seu clube estava atrás de sua paixão pelo golfe.

Ele também foi filmado usando uma máscara de proteção contra a covid-19 sobre os olhos fingindo dormir no banco de reservas, em uma partida pelo Campeonato Espanhol, dando a entender que não entraria para jogar.

“Quero jogar futebol e ainda estou motivado para jogar futebol. Tenho apenas 31 anos e ainda me sinto em grande forma”, destacou o galês, durante uma coletiva na concentração da seleção de seu país, que se prepara para enfrentar a Finlândia pela Liga das Nações.

“O que acontece em Madri, fica em Madri”, acrescentou, para garantir que seu problema com o time espanhol não afetará seu desempenho pela seleção nacional.

O post Gareth Bale acusa Real Madrid de dificultar sua saída apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima