Cuca questionou o VAR no Brasil em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira, no CT Rei Pelé. O técnico do Santos não entende os critérios do árbitro do vídeo.

No clássico contra o Palmeiras, no último domingo, o árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araujo foi chamado pelo VAR e marcou pênalti de Alison. O volante santista tocou com o braço na bola após cobrança de falta de Bruno Henrique.

“Eu não me lembro qual comentarista de arbitragem falou que não é para chamar o VAR por formiguinha, mas sim por elefante e baleia azul. Mas estão chamando por formiguinha. O pênalti do domingo não foi marcado pelo Vinicius. Vinicius viu dentro do jogo o movimento normal de braço. Interpretação do jogo não existe mais. Lance vai ser posto em câmera lenta para corrigir erro de arbitragem que não é erro. Ninguém do Palmeiras reclamou. Movimento fez árbitro de vídeo ver e dar pênalti. Em outros movimentozinhos não há o mesmo critério”, disse Cuca.

“Na verdade não sabemos certinho esses contextos. Estão parando muito o jogo, fica um frio da barriga toda vez. Se esfria em mim, imagina no jogador. Deviam chamar menos a atenção e deixar mais para o árbitro”, completou.

 

O post Cuca, do Santos, questiona VAR no Brasil: “Frio na barriga toda vez” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima