A notícia de que Rómulo Otero não poderá ajudar o Corinthians na Copa do Brasil pegou muita gente de surpresa, inclusive dentro do clube. O próprio atleta também não sabia que o fato de já ter defendido o Atlético-MG na competição nacional neste ano o impediria de ajudar o Timão nos embates de mata-mata.

A única possibilidade de Otero ficar à disposição de Tiago Nunes na Copa do Brasil depende de uma alteração no regulamento, algo que não tem sido incomum na atual temporada por causa dos transtornos causados pela pandemia do coronavírus.

Recentemente, a Conmebol liberou os clubes participantes da Copa Libertadores da América e da Copa Sul-Americana a inscrever novos jogadores.

No Campeonato Paulista, a FPF também abriu uma exceção. O Corinthians, inclusive, ganhou a condição de usar Jô ainda na primeira fase, o que só não aconteceu porque a diretoria alvinegra não conseguiu a liberação de todos os documentos da transferência do atleta a tempo.

Mas, por ora, é bom os corintianos não criarem muita esperança sobre Otero na Copa do Brasil. A Gazeta Esportiva entrou em contato com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que informou, oficialmente, que o regulamento está mantido, pelo menos por ora, apesar do torneio ter sido estendido até 2021 devido a pandemia.

O artigo 45 do regulamento geral das competições da CBF é o que impede o novo reforço do Corinthians e ser aproveitado nestas condições.

“A possibilidade de transferência de um atleta de um clube para outro na mesma competição deverá constar necessariamente do respectivo REC e, em caso de omissão de tal norma, será vedado ao atleta atuar por duas (2) equipes em uma mesma competição”.

O REC, citado no artigo, diz respeito ao Regulamento Específico da Competição. E como este documento referente a Copa do Brasil não faz qualquer menção a condição de um jogador ter a permissão de atuar por duas equipes na mesma edição, o que se aplica é o texto do regulamento geral.

Com apenas o Campeonato Brasileiro pela frente, portanto, Rómulo Otero terá de mostrar serviço ao técnico do Corinthians se quiser receber as oportunidades. Nessa quarta, depois do empate com o Fortaleza, Tiago Nunes explicou o motivo por ter mantido a mais nova contratação corintiana no banco de reservas por todo o tempo.

Otero chegou há pouco, está se ambientando, tivemos boa atuação dos caras que entraram, do Vital, do Gustavo, o próprio Mauro (Boselli), o Luan e já tinham atuado bem no jogo anterior, o próprio Gustavo com gol também. Temos uma escala de hierarquia dos que estavam jogando, o próprio Vital passou por uma amigdalite, tinha preferência para entrar hoje e aos poucos Otero vai sendo aproveitando, vai brigando por seu espaço, pela posição”.

 

O post CBF avisa que regulamento deve ser mantido e frustra chance do Corinthians ter Otero na Copa do Brasil apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima