Após sair atrás no marcador, o Palmeiras contou com a força do banco de reservas para vencer o Red Bull Bragantino neste domingo. Os gols do Verdão foram marcados por Gabriel Veron e Willian, que entraram nos lugares de Wesley e Mayke, respectivamente.

Ao comentar sobre as mudanças que fez ao longo da partida, Luxa deu destaque ao meio-campo. De acordo com o treinador, as alterações dependiam do cenário do jogo. Caso o Alviverde estivesse na frente no marcador, entrariam jogadores de marcação. Como o Braga estava na frente, a opção foi a dinâmica.

Uma novidade foi a entrada de Danilo. De acordo com Luxa, o jogador tem características parecidas com as de Patrick de Paula e está preparado para atuar em qualquer estádio.

“Jogamos 11h da manhã então preferi um meio mais enxuto. Patrick, 19 anos, consegue jogar. E mesmo assim cansou. Tava jogando bem, mas troquei porque ele morreu. Optei pelo Danilo porque é um jogador que tem as mesmas características que o Patrick. Sai para o jogo, dá dinâmica. É outro que nem o Patrick. Não sabe onde está e joga. Se tiver no Maracanã, Pacaembu, Allianz Parque. Não quer saber e vai jogar. Jovem com potencial!”, disse o treinador em entrevista coletiva.

Agora, o técnico do Palmeiras pensará na montagem da equipe para o clássico contra o Corinthians, que ocorre na próxima quinta-feira na Neo Química Arena.

O post Banco de reservas decide vitória do Palmeiras contra Red Bull Bragantino apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima